23 de abr de 2009

Amor proibido



--> Nosso amor é proibido,
proibido pelo tempo, pelas circunstâncias da vida,
proibido pela vida, e proibido pela morte.

O amor que sinto por você é grande,
e do tamanho do infinito, mas é proibido.

O nosso amor é como crime, pecado, por isso é proibido.

Ele pode ser proibido pela vida, mas não por Deus, pois só ele é capaz de nos sentirmos capazes de amar e ser amado.

Nosso amor pode ser proibido pelo tempo, mas nossos corações não medem tempo, nem espaço, por isso é que eles se entregaram.

Nossos corações sofrem mais do quê o nosso corpo, pois é ele que é o maior prejudicado.

Nosso amor é proibido pelas circunstâncias da vida, mas não proibido pelas emoções.

Por isso te amo, mesmo proibido, quero que seja eterno como o verdadeiro amor.
Quando eu olhei em seus olhos, aconteceu uma estranha sensação que á muito eu não sentia.

Foi uma confusão de sentimentos inexplicáveis, perdi o rumo e só consegui enxergar você.

Nossas direções sempre estiveram postas, sempre na contramão dos meus desejos, a vontade contra a razão.

Quando estou perto de você minha vontade é esquecer minha vida e o que sou e me oferecer em sacrifício, me jogar em seus braços como num precipício,
me deixar morrer de prazer.

O amor é um fruto proibido e você é meu fruto proibido, meu coração bate forte, descompassado, correndo perigo, parece até que os outros vão ouvir, isso não faz sentido.

Não consigo entender as minhas emoções,você me faz rir, me faz chorar, me alucina e me faz delirar.

A vida me pregou uma peça, não digo que não e nem digo que sim, só sei que minhas lágrimas se escondem na chuva, pois o que sinto eu tento guardar só para mim, pois você é um sonho que não posso ter.


Recebido em 07/04/09



Um comentário:

paloma disse...

proibido....mais naum impossivel...