25 de ago de 2010

O amor que me tens

Não dependo de ser amado para amar...

Mas dependo do amor que me tens

quando ficas a me olhar...


Não dependo de ser querido para querer...

Mas dependo do desejo que me tens

Mesmo que eu não possa perceber...


Não dependo de ser compreendido para compreender,

Mas dependo da cumplicidade que me tens

Mesmo que há de se arrepender...


Não dependo de ser poeta para declamar

Mas transformo em versos o doce dos teus beijos

Regados com o brilho do teu olhar...


Não dependo que sejas minha para ser teu

Mas te beijo com desejo

Como se fosse o ultimo dia

de quem te perdeu...

Nenhum comentário: